Menu

The Blogging of Freedman 392

geminigrass0's blog

No DF, Escolas Acrescentam Matérias De Concursos Públicos No Currículo

No DF, Escolas Incluem Matérias De Concursos Públicos No Currículo


Se a nova versão da reforma previdenciária, mais enxuta, agora estivesse em atividade, não teria afetado cerca de dois terços (65,4%) dos beneficiários da Previdência no momento da concessão das aposentadorias ou pensões. O cálculo foi feito pelo consultor do Senado Pedro Nery. Estratégia Concursos é Agradável Mesmo? usou como apoio os dados sobre o perfil de quem agora está aposentado ou recebe outro benefício previdenciário. O Mecanismo De Estudo Autodidata Promete Aprovação Rápida Em Concurso Público , desse modo, que a enorme maioria da população não seria atingida pelas transformações que o governo tenta aprovar no Congresso Nacional pela primeira semana de dezembro.


Seriam alcançados pela reforma 34,6% dos trabalhadores. Os principais afetados pelo projeto de reforma são os servidores públicos federais e os homens que se aposentam por tempo de ajuda, desnecessário, hoje, de atingir uma idade mínima. “São precisamente os que recebem os benefícios de maior valor, a despeito de representem um contingente menor da população”, diz Nery.


De acordo com o estudo, 15,8% dos atuais beneficiários se aposentaram por tempo de ajuda antes dos cinquenta e três anos (mulheres) e cinquenta e cinco anos (homens). Estas serão as idades mínimas iniciais de mudança, caso a reforma seja aprovada, o que impedirá novos pedidos de aposentadoria de pessoas mais outras. O total de atingidos ainda poderá apequenar, já que os Estados e municípios terão período de até seis meses para sugerir regras diferentes a seus servidores, se desejarem.


As modificações terão de ser aprovadas pelos Legislativos locais. Até lá, ficam valendo os regulamentos da reforma federal. A flexibilização da proposta original excluiu transformações que endureciam exigências aos mais pobres. Foi uma estratégia do governo para tentar vencer as resistências, que crescem com a aproximação das eleições. Ficaram de fora do alcance do novo texto os trabalhadores rurais, quem recebe o Privilégio de Prestação Continuada (pago a pessoas de baixa renda que são idosas ou com alguma deficiência), militares, e também policiais militares e bombeiros dos Estados. Homens que hoje se aposentam por idade também ficam livres de alterações, visto que a obrigação neste instante é de sessenta e cinco anos para o proveito, neste caso.


Haverá alteração pras mulheres, que hoje, ao se aposentarem pelo critério de idade, precisam surgir aos sessenta anos, o que será grande pra sessenta e dois anos no decorrer de um momento de mudança. A nova versão da reforma foi desidratada pela tentativa de atingir mais apoio, todavia não pode ser declarada uma “reforminha”, pela avaliação de especialistas. Como Militares Ganharam Protagonismo Inédito No Brasil Desde A Redemocratização considerável: idade mínima para quase todos, diretriz de transição, mudança na especificação de cálculo do proveito e limitação ao acúmulo de pensões e aposentadorias. Essa última capacidade é um ponto significativo para a economia que o governo espera atingir.


  • 89 - Se faltou tempo de estudo e não tinha visto todo o assunto, siga estudando
  • 434 Sabia que
  • “Mas” / “Mais”
  • Confira informações de como digitar uma bacana redação no Enem
  • "Gênio indomável" zoom_out_map

Para o especialista Leonardo Rolim, da Consultoria de Orçamento da Câmara dos Deputados, “tudo o que é mais respeitável ficou”. Em ordem de relevância, ele listou a proposta que iguala as regras de trabalhadores do INSS e de servidores, a transformação nas regras da pensão por morte e o final da aposentadoria por tempo de colaboração. “Formação Do Gestor: Como Aprende E Se Desenvolve? já é até que ponto os líderes partidários irão desidratar ainda mais o texto nas negociações que começam no Congresso.



Os técnicos alertam que alterações muito maiores colocam em traço a reforma e a competência de o próximo governo fazer as modificações que serão necessárias, caso uma proposta pouco capaz seja feita prontamente. Para o economista Manoel Pires, ex-secretário de Política Econômica da Fazenda e pesquisador da FGV, o principal ponto da reforma da Previdência é a idade mínima.


“Esse é o produto mais importante da discussão e tem um poder de produzir um paradigma interessante no sistema, tal do ponto de vista de igualdade quanto do ponto de visibilidade fiscal. A concepção do sistema muda bastante”, avalia. Os parlamentares, porém, articulam a diminuição das idades mínimas hoje previstas no texto. “Se suprimir a idade mínima, é melhor deixar pra depois.


Go Back

Comment

Blog Search

Comments

There are currently no blog comments.